Home SALA DE IMPRENSA Arquivo Notícias Capacitação Requisitos sanitários e de rotulagem para exportação é tema de capacitação do CIN/FIEPA

Requisitos sanitários e de rotulagem para exportação é tema de capacitação do CIN/FIEPA

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

cin capacitacao exportacao

O Centro Internacional de Negócios (CIN), uma iniciativa do Sistema Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), promoveu na quinta-feira, 1º, a capacitação “Alimentos e bebidas: Requisitos sanitários e de rotulagem para exportação aos Estados Unidos e Comunidade Europeia”, na sede da FIEPA, que teve como objetivo esclarecer os empresários participantes sobre as possibilidades de exportação no comércio mundial.

A capacitação teve como instrutora a engenheira de alimentos do Instituto Senai de Tecnologia de Santa Catarina (SC), Mariana Lenzi Nodari.

Estiveram presentes no evento, cerca de 20 participantes do setor de alimentos e bebidas que, por meio da capacitação, puderam ter noções de comércio internacional; informações sobre o Codex Alimentarius (legislação que rege a segurança alimentar mundialmente) e certificações de qualidade e segurança de alimentos que impactam para a exportação de bebidas e alimentos.

Para o diretor operacional da empresa E.H Mendes, Elzeman Neto, as capacitações do CIN são excelentes. “Além da oportunidade de ‘networking’ , participar do curso é uma forma de adquirir cada vez mais noções do comércio internacional de alimentos e bebidas, conhecer as exigências internacionais, e saber sobre as adequações de rotulagem de acordo com o importador, pois pretendemos iniciar exportação de refrigerantes e ‘blend’ de açaí para China e Canadá”, disse.

No ano de 2016, as exportações do Brasil para Europa chegaram a $ 7,89 bilhões de dólares em produtos como farelo de soja, café, suco de frutas, soja, entre outros. Do Brasil para China, foram $ 6,97 bilhões, com 43% deste mercado para a soja, mas também foram exportados: carne de aves, açúcar in natura, carne bovina congelada etc. Do Brasil para os EUA, foram $ 5,05 bilhões em café, mel, suco de frutas (polpas e in natura), carne, açúcar, pimenta, extrato de chá, entre outros produtos.

cin capacitacao exportacao 2“Esta capacitação é o primeiro passo para que muitas empresas possam iniciar as exportações, comecem a se organizar, saber onde se adequar para seguir com todo o processo de exportação, no qual a área de alimentos e bebidas é uma das mais complexas. Com a capacitação por meio do CIN será possível capacitar nos requisitos sanitários e de rotulagem visando a inserção competitiva de pequenos negócios no mercado internacional, como EUA e Europa”, explicou Mariana Nodari, que atua com segurança de alimentos há quase 10 anos. “É necessário conhecer as certificações de qualidade e segurança de alimentos que impactam na exportação de alimentos e bebidas e, seguir as legislações que protegem a saúde do consumidor, pois existem exigências e códigos de práticas e padrões para alimentos de maneira uniformizada no mundo para facilitar o comércio internacional”, conclui.

 
Follow us on Twitter

NewsLetter








Twitter

 

Acesso Rápido

Banner site 155x49px

 banner_site-redes

banner_apex_cin

 banner mercados estratégicos

  capa guiaindustrial

Meia página - 300x600px 


Ultimas Notícias

Mais Acessados