Home SALA DE IMPRENSA Arquivo Notícias Economia Entidades Empresariais do Pará defendem permanência de fundos de desenvolvimento na Região

Entidades Empresariais do Pará defendem permanência de fundos de desenvolvimento na Região

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

fórum 17.07.17

O Fórum de Entidades Empresariais do Pará reuniu-se nesta terça-feira (04), na sede da FIEPA, para discutir questões de importância para o setor produtivo e, consequentemente para o desenvolvimento do Estado.

Um dos destaques do encontro foi a manifestação contrária das entidades ao pedido do Ministro da Educação, Mendonça Filho, que quer que os R$ 50 bilhões dos fundos de desenvolvimento regional da Integração Nacional sejam usados para o FIES – Programa de Financiamento Estudantil do Governo Federal.

“Os fundos de desenvolvimento são importantes para a nossa região. Somos tão carentes em investimentos novos aqui, por isso a gente não pode concordar que eles sejam tirados daqui e mandados para outro fim, mesmo considerando que estão mandando para a educação, porque se eles faltarem, irá atravancar o projeto de desenvolvimento do Estado traçado até 2030”, explicou o presidente do Fórum, José Conrado Santos.

Além disso, os membros do Fórum participantes da reunião mostraram-se favoráveis para que o Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), um recurso do Governo Federal para empreendedores da região, seja também liberado, além do Banco da Amazônia, por outras instituições bancárias, como Banco do Brasil, Caixa Econômica e cooperativas. “Nós somos favoráveis há muito tempo ao credenciamento de outros bancos para o FNO, porque cria uma concorrência entre os bancos e é melhor para o setor produtivo, no atendimento e na produtividade na concessão dos pleitos que chegam lá”, opinou José Conrado Santos, apoiado pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA), Carlos Xavier.

Outros assuntos discutidos na reunião foram as Reformas Trabalhista, Previdenciária, Tributária e Política, que na opinião dos integrantes do Fórum são essenciais para o desenvolvimento do Brasil, e também a liberação para a atividade produtiva de áreas do município de Novo Progresso, atualmente canceladas pelo veto do presidente Michel Temer à MP-756.

O Fórum das Entidades empresariais é formado por representantes da Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (FAEPA), Federação do Comércio do Estado do Pará (FECOMERCIO), Associação Comercial do Pará (ACP), Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Pará (FACIAPA), Centro das Indústrias do Pará (CIP), Associação Paraense de Supermercado (ASPAS), Federação da Câmara dos Dirigentes Lojistas (FCDL), Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB-Pará), Clube de Diretores Lojistas de Belém (CDL), Federação das Associações de Micro e Pequenas do Estado do Pará (FAMPEP) e Associação das Indústrias Exportadoras de Madeira do Estado do Pará (AIMEX).

 
Follow us on Twitter

NewsLetter








Twitter

 

Acesso Rápido

Banner site 155x49px

 banner_site-redes

banner_apex_cin

 banner mercados estratégicos

  capa guiaindustrial

Meia página - 300x600px 


Ultimas Notícias

Mais Acessados