Home SALA DE IMPRENSA Arquivo Notícias Notícias REDES/FIEPA apresenta balanço de atividades e ações previstas para 2017

REDES/FIEPA apresenta balanço de atividades e ações previstas para 2017

E-mail Imprimir
AddThis Social Bookmark Button

redes 1

 

Apresentar o balanço das ações realizadas ao logo de 2016 e alinhar as soluções e os planos de trabalho para o próximo ano foi o objetivo da 3ª Reunião de Mantenedores da REDES/FIEPA. O encontro foi o último desse ano e as próximas reuniões já estão sendo agendadas para o ano que vem. Participaram da reunião as seguintes empresas: Alcoa, Brasil Kirin, Correias Mercúrio S/A, Celpa, Hydro, Mineração Rio do Norte - MRN, SINOBRAS, Síntese Moradia e Vale.

Na ocasião, além dos novos projetos, soluções e resultados financeiros, as mantenedoras da REDES/FIEPA, Correias Mercúrio S/A e a Brasil Kirin apresentaram seus produtos. Segundo o executivo de gestão da REDES/FIEPA, Marcel Souza, a participação e interação dessas empresas podem proporcionar soluções inovadoras e customizadas para o desenvolvimento de fornecedores para atender as demandas dos projetos industriais do Estado.

“Como nossa última reunião do ano, fazemos uma prestação de contas tanto na parte financeira como na parte de atividades, além de prever ações para 2017”, destaca Marcel. De acordo com ele, esse ano pôde-se destacar as ações técnico-operacionais com fornecedores e as ações de mercado. E o objetivo para o ano que vem é atuar com socioeconomia, gestão de políticas públicas e negócios (apoiadores e banco de dados).

Atualmente, a REDES/FIEPA conta com 13 mantenedoras, 19 apoiadoras e 3 cooperadoras, que contribuem diretamente para o trabalho da iniciativa do Sistema FIEPA. O número de indicações de fornecedores chegou a 205 solicitações realizadas pelos grandes projetos industriais do Estado (número 205% a mais que 2015), e 795 fornecedores paraenses indicados para o atendimento das demandas industriais (crescimento de 8% em comparação ao ano anterior).
Durante a reunião, foram mapeadas ações desde o atendimento à demanda, novo cadastro de fornecedores, diagnósticos empresariais, indicação de fornecedores, fornecedores indicados, oficinas, cursos, entre empresas e pessoas capacitadas, realizado pelo analista de qualidade e projetos, Lucas Lourinho, e a consultora de campo, Rafaela Leoncy. Também foram destacadas as ações aos fornecedores realizadas nos municípios de Juruti e Santarém, pela Alcoa e Mineração Rio do Norte, e no município de Breu Branco, pela empresa Dow Corning, com cursos e oficinas práticas de formações de preços e elaboração de propostas.

A REDES/FIEPA realizou 14 cursos e eventos, 420 capacitações para empreendedores e 920 visitas técnicas e auditorias até novembro de 2016. “O trabalho que a REDES/FIEPA realiza no desenvolvimento do Estado e no Oeste do Pará é de suma importância. A Alcoa, junto com outras empresas, têm um trabalho forte, desenvolvido para ter parte de sua compra direcionada a esta região, e tenta desenvolver os fornecedores locais para atender não só a própria Alcoa, como outras empresas”, reforça o gerente de aquisição e logística da Alcoa, Marco Noronha.

Para o coordenador de desenvolvimento de fornecedores locais da Vale S.A., Bruno Victorasso, o mais importante é o desejo de todos os envolvidos no desenvolvimento da região. “Considero fundamental e acredito que todos estão engajados em aumentar o volume de compras locais e trabalhar em prol da sustentabilidade econômica do estado do Pará”, sinaliza.

A reunião também contou com a participação do Diretor de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços da SEDEME, Sérgio de Menezes, que apresentou o “Plano Pará 2030” aos presentes, mais especificamente o item de Internacionalização de Compras, que contempla as atividades da REDES/FIEPA, além de realizar um balanço comercial, demostrando números de arrecadações, compras e déficits do Estado. Ele ressaltou a importância da capacitação de fornecedores e a troca de experiência entre as empresas.

O diretor do Sistema Fiepa, Ivanildo Pontes, também destacou a importância do desenvolvimento desse trabalho, reforçou a importância de desenvolver melhores alternativas à indústria e convidou todos a participarem da próxima edição da Feira da Indústria do Pará (FIPA), maior exposição da indústria paraense.

 
Follow us on Twitter

NewsLetter








Twitter

 

Acesso Rápido

Banner site 155x49px

 banner_site-redes

banner_apex_cin

 banner mercados estratégicos

  capa guiaindustrial

Meia página - 300x600px 


Ultimas Notícias

Mais Acessados