Notícias

Com 20 anos de história, REDES se consolida no Pará com resultados significativos

Com 20 anos de história, REDES se consolida no Pará com resultados significativos

Com 20 anos de história, REDES se consolida no Pará com resultados significativos

Pioneira em sustentabilidade econômica no Pará, a REDES, iniciativa da Fiepa, se tornou ao longo dos anos autoridade quando o assunto é fomentar negócios entre os grandes projetos industriais no Pará e os empreendedores locais. Este ano, completa 20 anos de história, reafirmando sua atuação inovadora no Estado com ações de sustentabilidade econômica.

Em 2019, mesmo diante dos inúmeros desafios, o ano foi marcado pela superação e ótimos resultados. Atuando em presença digital e humana, a REDES conectou e aproximou pessoas, valorizou as relações e o que há de melhor em nosso Estado. Por meio do seu trabalho conseguiu envolver 871 pessoas e lideranças em seus eventos. Ao todo, foram 34 atividades executadas de desenvolvimento de fornecedores e de fomento de negócios, com destaque para as seis edições do Supply Tank (em Belém, Ananindeua, Santarém, Marabá, Canaã dos Carajás e Parauapebas). Além disso, lançou o Workshop Venda Mais para Indústria, ferramenta on-line que coloca à disposição dos empreendedores os conhecimentos adquiridos em 20 anos de experiência.

Conforme explica o gestor executivo da REDES, Marcel Souza, a intenção da iniciativa “é oferecer a todos os parceiros, indústrias e fornecedores, a oportunidade de se relacionarem e construírem um vínculo de confiança para que possam gerar negócios entre si, e com isso, internalizar riquezas”.

Com relação às oportunidades de vendas às indústrias, a REDES contabilizou 264 solicitações de indicação de fornecedores atendidas, crescimento de 13% em comparação a 2018, e indicou 1.288 fornecedores locais para atendimento destas solicitações industriais. Ainda em benefício desses parceiros, lançou a segunda rodada do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF), em parceria com a Imerys Caulim, que apresentou em cinco módulos específicos temas voltados à evolução da maturidade de gestão dos fornecedores de projetos sociais da mineradora. 

O reconhecimento pelo seu trabalho pôde ser visto também com a renovação de 100% dos convênios com as mantenedoras, conquistando ainda a adesão de duas novas indústrias, Biopalma e Horizonte Minerals, que aderiram ao rol de mantenedoras da iniciativa, totalizando 14 indústrias mantenedoras. No grupo de apoiadoras, 10 novas empresas firmaram adesão, somando hoje um total de 25 empresas.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Pará - FIEPA, José Conrado Santos, celebra e destaca a importância da adesão dessas novas parceiras. “A adesão dessas indústrias ao rol de mantenedoras não representa só um número. Mais que isso, representa uma nova relação que dará continuidade àquilo que já temos conquistado ao longo dos anos, como o fortalecimento da economia paraense, através da parceria com a REDES, as indústrias locais e os fornecedores paraenses”, acredita o presidente da Fiepa.

Outro registro recente da iniciativa mostrou que as indústrias mantenedoras investiram R$ 10,6 bilhões no ano anterior, chegando a um volume acumulado de R$ 121,3 bilhões em compras locais acumulador desde 2000, quando a REDES iniciava seu trabalho. Tal crescimento demonstra a confiança nas empresas locais e nos incentivos promovidos, que durante a VII Edição do Prêmio REDES de Desenvolvimento celebrou a parceria e os números, homenageando essas indústrias que apostam localmente.

Ainda em 2019 firmou dois importantes convênios com uma de suas mantenedoras, a Norte Energia, empresa responsável pela construção e operação da UHE Belo Monte. Um deles é o projeto de capacitação de gestores municipais para tratar da questão do saneamento nos municípios da região do Xingu. Nele, gestores e população puderam conhecer mais sobre o assunto e aprender a traçar e aplicar novas metodologias para que o município se desenvolva.

Fruto ainda dessa parceria com a Norte Energia está o projeto que visa fortalecer a cadeia do pescado no Pará. As ações do convênio abrangem 12 municípios e já efetivou um Diagnóstico Mercadológico do Pescado, apontando as oportunidades de negócios e suas especificidades em relação ao setor de pesca para consumo ou ornamental.

Marcel Souza comemora os resultados obtidos em 2019 e destaca que este ano será um período de novidades, novos projetos e continuidade do trabalho sério e comprometido com o progresso econômico do Pará. “Este ano, comemoramos 20 anos de iniciativa. Ficamos felizes em ver que o nosso crescimento acompanha a evolução que buscamos para os nossos parceiros e para o nosso Estado”, celebra.

 

Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4900
ascom@fiepa.org.br
SIGA A FIEPA