Notícias

Indústrias cerâmicas paraenses recebem selo de qualidade

Indústrias cerâmicas paraenses recebem selo de qualidade

Indústrias cerâmicas paraenses recebem selo de qualidade

Tijolos e telhas que seguem os padrões de qualidade de produção fazem toda a diferença na hora da construção, seja ela pequena ou de grande porte. Por isso, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI-PA) e o Sindicato da Indústria de Olaria Cerâmica para Construção e de Artefatos de Cimento Armado do Estado do Pará (Sindolpa) criaram o Programa Tijolo Pai D’Égua, que visa analisar e certificar as empresas que se dedicam a fabricar tijolos e telhas que respeitam as leis. As primeiras oito indústrias paraenses que garantiram o selo após intervenção do Programa serão certificadas na próxima terça-feira (19), em cerimônia realizada no SENAI unidade Getúlio Vargas, em Belém.

Criado em 2018, o Tijolo Pai D’Égua visa garantir que a produção atenda as especificações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). São três avaliações ao todo, nas quais os produtos passam por diversos testes, como os de absorção de água, primordiais em uma região chuvosa como a Amazônia, os de dimensionamento, essenciais para a padronização dos tijolos e telhas e os de resistência, importantes no quesito segurança da obra. Os testes de qualidade são feitos no Laboratório de Ensaio de Cerâmica Vermelha do SENAI, no município de São Miguel do Guamá/PA, o único do Norte do país certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para ensaios cerâmicos.

Para Rivanildo Hardman, presidente do Sindolpa, o Programa pretende ser um marco regulatório e de transformação na fabricação e comercialização de produtos em cerâmica vermelha no estado do Pará. “Queremos trabalhar de uma ponta a outra, falando com o consumidor final, pedreiros e engenheiros, para que eles saibam que essa certificação existe para otimizar o trabalho deles. Hoje, somos obrigados por lei a padronizar as medidas da altura, largura e comprimento, além de proporcionar a rastreabilidade, com os números do lote, CNPJ e afins”, diz Hardman.

O diretor regional do SENAI Pará, Dário Lemos, destaca que o Tijolo Pai D’Égua é também um aliado para a segurança de trabalhadores e do meio ambiente. “Nosso objetivo com o Programa é fortalecer o setor, incentivar a legalidade e a qualidade dos produtos. Com isso, ganha o consumidor final, os trabalhadores que atuam no setor, que poderão atuar com mais segurança, além do meio ambiente, que não será afetado com a exploração de solos ilegais”, destaca o diretor, reforçando também a importância da interação entre os sindicatos. “A força do Sinduscon/PA aliando-se aos sindicatos de cerâmica é uma comprovação de que as entidades representativas são fundamentais para o fortalecimento das empresas dos seus respectivos segmentos, com iniciativas como esta que melhoram o desenvolvimento da cadeia produtiva local”, reforça.

Neste primeiro ciclo do Programa Tijolo Pai D’Égua serão certificadas as empresas Cerâmica Vermelha; Telha Vermelha; Cerâmica Tacajos; Cerâmica Tropical; Cerâmica Barreira; Nippon Cerâmica; Pará Cerâmica; e Cerâmica Feijoal.

Serviço:
Evento: Certificação Programa Tijolo Pai D’Égua
Data: 19 de novembro
Horário: 19h
Endereço: Travessa Barão do Triunfo, 2806, Marco - Belém

Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4900
ascom@fiepa.org.br
SIGA A FIEPA