Notícias

Mais de 100 estudantes mantêm aprendizado a distância

Mais de 100 estudantes mantêm aprendizado a distância

Mais de 100 estudantes mantêm aprendizado a distância

O propósito de avançar na formação escolar tem motivado 118 jovens estudantes das comunidades do Boa Vista e Alto Trombetas II, localizadas no município de Oriximiná/PA. Elas conseguiram manter o calendário de aulas por meio do Projeto de Apoio à Educação Básica (PAEB) que a Mineração Rio Norte (MRN) desenvolve com as comunidades quilombolas vizinhas da empresa. Os estudantes receberam novos kits escolares, que incluem mochila, lápis, caneta, régua, apontador, estojo, caderno e material didático. As entregas foram concluídas no final de abril no Boa Vista.

Para garantir a continuidade da aprendizagem destes jovens estudantes, o PAEB teve dinâmica remodelada para o ensino a distância. Os participantes passaram a acompanhar as aulas gravadas em pendrive e distribuídas junto a notebooks cedidos temporariamente para este período para o projeto. “Conseguimos manter os 200 dias de aulas regulares. Nossa equipe entrega as aulas gravadas e atividades avaliativas semanalmente aos estudantes em suas comunidades. A cada semana, eles precisam devolver as tarefas realizadas. Eles também encaminham suas dúvidas por escrito para que sejam repassadas aos professores”, relata Susanne Sousa, coordenadora do ensino médio do Colégio Equipe, que desenvolve o trabalho por meio de parceria com a MRN.

Além das aulas semanais, o PAEB disponibiliza atividades de reforço e acompanhamento escolar. “Este projeto é desafiador. Monitoramos também por meio das entregas semanais que ocorrem presencialmente nos territórios. As coordenadoras e orientadoras que fazem essas visitas buscam sempre motivar os estudantes a não desistirem. Percebemos que esse suporte tem engajado eles a seguirem em frente, buscando bons resultados. E a parceria da MRN é imprescindível para que esse modelo de ensino possa funcionar da melhor forma possível”, assinala Susanne.

O projeto, coordenado pela equipe técnica de Relações Comunitárias da MRN, é realizado desde 1997, quando o público-alvo inicial eram alunos do Boa Vista. A partir de 2020, o projeto foi ampliado para atender também os moradores do Alto Trombetas II, no âmbito do Acordo Teófilo e Cipó. No Boa Vista, o projeto atende os alunos do ensino fundamental II e médio e, no território do Alto Trombetas II, atende os do ensino médio. Além do kit escolar, por meio do projeto, a MRN fornece alimentação para os alunos das comunidades e, quando realizado em formato presencial, disponibiliza a logística dos transportes fluvial e terrestre das comunidades do Moura e do Boa Vista até o Colégio Equipe.

Para Joaci Lima, diretor pedagógico do Equipe, o PAEB é uma experiência de educação humanizada, que se adaptou aos desafios da pandemia, buscando minimizar os impactos dela no calendário escolar. “Acompanhamos semanalmente os estudantes nas comunidades para fazer aprimoramentos necessários, estendendo prazos de entrega, pois sabemos das adversidades deste período e precisamos flexibilizar para manter os jovens motivados. Com este projeto, observamos a humanização da educação em nosso dia a dia e levamos nossa expertise e metodologia em educação para esses jovens. Ensinamos e também aprendemos bastante com essas comunidades”, relata o educador. 

Entregas - Foram distribuídos 118 kits, viabilizados pelo PAEB no mês de abril, para estudantes do Boa Vista e para as comunidades do Território Alto Trombetas II:  Moura, Palhal, Jamari, Último Quilombo, Nova Esperança, além das comunidades ribeirinhas Ajudante e Batata. “Para manter as aulas semanais e durante as entregas de kits, os professores seguem todos os protocolos de segurança preventiva neste momento de pandemia: distanciamento social, uso de máscara e higienização com álcool em gel. Nosso objetivo é manter a continuidade e a qualidade do ensino e contribuir para a evolução do rendimento escolar destes estudantes”, declara Sara Quaresma, analista de Relações Comunitárias da MRN.

Para Cássia Adriane Guerreiro, 16 anos, estudante do terceiro ano do ensino médio da comunidade Boa Vista, o projeto tem contribuído para sua evolução de aprendizagem.  “Esse projeto tem elevado muito o meu nível de inteligência pelo fato de eu ter melhorado em dificuldades, principalmente em aprender níveis de matemática e interpretação de textos em língua portuguesa. Tem me ajudado bastante para me preparar para o ENEM. O kit que recebemos me auxilia com livros de qualidade para o nosso aprendizado e materiais, como lápis e borracha, para a resolução das questões, ajudando a ampliar o meu nível de conhecimento”, relata a estudante.

A estudante Jonnayra Oliveira, 16 anos, que cursa o segundo ano do ensino médio e participa do PAEB desde o ensino fundamental, comenta como o novo modelo do projeto, adotado no período da pandemia, tem facilitado a manutenção de sua formação escolar. “Esse projeto tem facilitado meus estudos, porque, em alguns lugares onde estamos não temos acesso à internet. Então, essas visitas, quando recebemos as aulas semanais, ajudam a gente a continuar estudando. A entrega do kit também ajuda em nosso ensino porque ficamos despreocupados em precisar adquirir material didático e concentramos nos estudos”, conclui a jovem da comunidade Boa Vista.


Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4900
ascom@fiepa.org.br
SIGA A FIEPA