Ação Pró-floresta debate crescimento do setor florestal na região Norte

Publicado em 22/07/2019 18:09h

Fiepa Novidades

Ação Pró-floresta debate crescimento do setor florestal na região Norte

Com o objetivo de retomar o crescimento do mercado florestal na região Norte, diversificar a pauta de exportação, gerar emprego e renda, foi realizada no dia 19 de julho, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM), uma reunião de trabalho que contou com a participação de mais de 30 convidados entre empresários, pesquisadores, engenheiros florestais, advogados e outros profissionais do Amazonas e Roraima.

A reunião teve como palestrante e idealizador Sidney Rosa, industrial e vice-presidente da Federação das Industrial do Estado do Pará (FIEPA), coordenador da Ação Pró-floresta, frente de trabalho que tem como direcionamento principal alavancar a economia da região, baseado no tripé da sustentabilidade (economicamente viável, socialmente justo e ecologicamente correto). A preocupação na reunião foi estimulada pela queda da indústria madeireira, que até pouco tempo tinha 85 mil empregos entre direto e indireto, e hoje possui apenas 9 mil.

Segundo Sidney Rosa, a tendência é continuar em queda já que o setor está desarticulado e desestimulado devido, principalmente, questões envolvendo os ambientalistas. “O setor madeireiro sofre fortes perseguições de ambientalistas que não detém conhecimento prático de manejos e da própria atividade, e muitas das vezes fazem pressão e propagam nos meios de comunicação informações distorcidas, colocando em risco toda uma atividade que é legal”, diz Sidney. “Somente na prática do manejo é que a floresta estará de fato protegida, pois a madeira tem um ciclo de corte e no rodízio da extração, só se retira depois de 25 anos novamente”, complementa.



A Ação Pró-floresta já realizou duas amplas reuniões no Pará em abril e julho deste ano além de promover um encontro com empresários do ramo madeireiro no Amapá, em junho. Está sendo organizado uma agenda para visitar os demais estados da região Norte, em parceria com a Ação Pró-Amazônia. Ao final da reunião várias propostas foram levantadas e criado um grupo de trabalho para encaminhar algumas resoluções das questões abordadas.

As deliberações serão debatidas junto a Governos estaduais e federal, Secretarias de Meio Ambiente, CONAMA e outros conselhos, Ministérios, IBAMA, Polícia Federal, Poder Judiciário, Ministério Público, Assembleias legislativas, Congresso Nacional e sociedade, entre outros protagonistas que tenham relação direta para destravarem o setor sem afetarem o meio ambiente.

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X