Balança Comercial: o Pará contribuiu para o maior superávit comercial da história brasileira

Publicado em 11/01/2018 10:23h

Fiepa Novidades

Balança Comercial: o Pará contribuiu para o maior superávit comercial da história brasileira

Em 2017 o Estado do Pará foi um dos Estados que mais contribuiu para o superávit da balança comercial brasileira (US$ 66,98 bilhões), o maior da história do país nos últimos tempos. O superávit da balança comercial paraense, no ano passado, foi de US$ 13,51 bilhões. No acumulado, o aumento foi de 37,80% nas exportações em 2017, passando de US$ 10,51 bilhões em 2016 para US$ 14,48 bilhões no ano passado - o maior resultado desde 2013, que somou US$ 15,85 bilhões. Já as importações caíram 12,41%: US$ 965,93 milhões em 2017, diante de US$ 1,1 bilhão no ano anterior.

Segundo Raul Tavares, gerente do Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Pará (FIEPA), este resultado elevou o Pará para o segundo maior saldo positivo da balança comercial em todo o Brasil, ficando atrás apenas de Minas Gerais (1º lugar - com um saldo de US$ 18 bilhões).

“A cada ano que passa o Pará melhora o seu desempenho nas exportações de minérios”, comemora ele. “Na contramão das crises (internacional e depois nacional), onde a tendência era de uma retração das exportações, na verdade houve um aumento, que tem sido crescente. Isso é um reflexo da positividade da crise e pode ser explicado pela opção do Pará por commodities”, complementa.

Números

Vale ressaltar que de tudo que se exportou no Pará, em 2017, o minério de ferro foi responsável por 53%. Se somadas todas as commodities minerais, o percentual é de mais de 87%. Atualmente a China é o maior comprador dos produtos paraenses, sendo que de janeiro e dezembro, foi responsável por 39,57% das exportações do Estado, movimentando um total de US$ 5,73 bilhões (valor 62,55% superior ao total comprado no ano anterior: US$ 3,52bilhões e participação de 33,55%). Japão, Malásia, Alemanha e Noruega também compraram os produtos paraenses. Já os que mais venderam para o Pará em 2017 foram: Estados Unidos, Alemanha, China, Colômbia e Argentina.

FOTO: ANTONIO SILVA / ARQUIVO AG. PARÁ

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X