Feira da Cidadania encerra com quase 30 mil atendimentos no Pará

Publicado em 25/02/2019 10:04h

Fiepa Novidades

Feira da Cidadania encerra com quase 30 mil atendimentos no Pará

Feira da Cidadania encerra com quase 30 mil atendimentos no Pará

A terceira edição da Feira da Cidadania no estado do Pará foi finalizada neste final de semana, no município de Barcarena. Ao total foram 12 cidades em várias regiões do estado que receberam serviços em diversas áreas, totalizando 29.085 atendimentos. O evento foi promovido pelo Instituto Conhecer Brasil, em parceria com o SESI Nacional e apoio da Federação das Indústrias do Estado do Pará, do Conselho Temático de Responsabilidade Social (CORES/FIEPA), prefeitura de Barcarena e demais parceiros.

Em Barcarena foram ofertados gratuitamente cerca de 40 serviços. Consultas médicas com clínico geral, oftalmologista, ginecologista, pediatria e alergista, atendimento odontológico, orientações de fonoaudiologia e nutrição, aplicação de vacinas e aferição da pressão arterial, emissão de CPF e carteira de trabalho, oficina de culinária saudável, orientação profissional, além de torneios esportivos e shows musicais atraíram a comunidade local.



A universitária Karina Sarges chegou cedo e garantiu seus atendimentos. "Cheguei cedo, fui atendida rapidamente e fiz diversos testes de saúde e aproveitei para atualizar minhas vacinas. Esse evento foi muito bom para a população, porque sempre precisamos de apoio aqui, principalmente com a documentação. Tá de parabéns", comentou.

Antônio Vilaça, prefeito de Barcarena, agradeceu ao Conselho do SESI e a FIEPA por levar o evento até o município. "Ficamos muito felizes em receber essa iniciativa. É muito importante pra nós da gestão local receber grandes empresas que tragam benefícios para a população. Eu e toda a população só temos a agradecer", disse Vilaça.

Para o presidente do Sistema FIEPA, José Conrado Santos, a Feira da Cidadania mostra como a união pode trazer resultados positivos para o estado. "Apoiar ações cidadãs voltadas para comunidades menos favorecidas é uma forma de oportunizar mais dignidade às pessoas, gerando novas perspectivas de futuro. Em todas as cidades tivemos grande participação do público e contamos com a parceria das prefeituras. Unidos podemos fazer mais e melhor pelas comunidades", concluiu Conrado.

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X