Governo Federal lança em Belém Prêmio para estimular o desenvolvimento sustentável

Publicado em 11/06/2018 18:33h

Fiepa Novidades

Governo Federal lança em Belém Prêmio para estimular o desenvolvimento sustentável

Com o objetivo de incentivar, valorizar e dar visibilidade a práticas que contribuam para o alcance dos objetivos e metas da Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável no território brasileiro, o Governo Federal lançou em Belém, no último dia 08, o Prêmio ODS Brasil, que será concedido bienalmente, até 2030, conforme art. 1º do Decreto Presidencial nº 9.295, de 28 de fevereiro de 2018.

Com o apoio do Sistema Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o evento consistiu um seminário durante o qual empresários e autoridades do Estado puderam conhecer as regras e objetivos da inciativa coordenada pela Secretaria Nacional de Articulação Social (SNAS) da Secretaria de Governo da Presidência da República (SNAS/SEGOV-PR).

A Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) faz parte de um Protocolo Internacional, assinado por 193 países, na Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), em setembro de 2015, no qual o governo brasileiro assumiu o compromisso de adotar um modelo de desenvolvimento sustentável, com metas a serem alcançadas até 2030.

De acordo com Cláudio Cavalcante Ribeiro, secretário adjunto da SNAS, que esteve em Belém para apresentar o programa, o grande desafio da Agenda é que precisa necessariamente ser voltada para a sociedade. “São muitos os desafios, e a redução das desigualdades, principalmente para um país como o Brasil, talvez seja o maior deles. Por isso, estamos trabalhando na interiorização desse programa para que ele chegue em todo o território nacional”, explica.

Com o propósito de não deixar ninguém para trás, foram definidos 17 Objetivos, 169 Metas e 232 Indicadores, a serem cumpridos até 2030. Destacam-se temas relevantes, tais como: erradicação da pobreza, saúde, educação, trabalho decente, inovação, consumo sustentável, combate às ações que promovam mudança do clima, paz e parcerias.

O prêmio possui quatro categorias divididas entre Governo, Organizações com Fins Lucrativos, Organizações sem Fins Lucrativos e Instituições de Ensino, Pesquisa e Extensão. A proposta é reconhecer projetos, programas, tecnologias e outras iniciativas que promovam soluções para questões relacionadas a aspectos sociais, ambientais e econômicos, de forma a multiplicar ações sustentáveis em todo o país. A primeira edição segue com as inscrições abertas até o dia 29 de junho e a premiação será no mês de dezembro.

Rita Arêas, presidente do Conselho Temático de Responsabilidade Social da FIEPA, afirma que é de interesse do empresário debater questões como consumo responsável, energia e água limpa, questões climáticas, educação de qualidade, saúde e bem-estar, entre outros pontos presentes na Agenda 2030. “As experiências bem-sucedidas em solo paraense nos representarão muito bem na premiação. É uma grande satisfação apoiar, aqui em Belém, esse intercâmbio de ações tão valiosas para o nosso país”, conclui.

 

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X