Pará terá de qualificar 189.622 trabalhadores em profissões industriais até 2023

Publicado em 30/09/2019 11:29h

Senai Novidades

Pará terá de qualificar 189.622 trabalhadores  em profissões industriais até 2023

O estado do Pará terá de qualificar 189.622 trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para subsidiar a oferta de cursos da instituição. Essas ocupações têm em sua formação conhecimentos de base industrial e por isso são oferecidas pelo SENAI, mas os profissionais podem atuar em qualquer setor da economia.

A demanda prevista pelo estudo inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (27%), estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial). Nesse grupo, estão pessoas que vão ocupar tanto novas vagas quanto postos já existentes e que se tornam disponíveis devido a aposentadoria, entre outras razões.

Além de subsidiar a oferta de cursos do SENAI Pará, o Mapa do Trabalho pode apoiar jovens na escolha da profissão e trabalhadores que desejam se recolocar no mercado. “O profissional qualificado de acordo com a necessidade do mundo de trabalho tem mais chances de manter o emprego e também pode conseguir uma nova oportunidade mais facilmente quando as vagas forem oferecidas”, afirma o diretor-geral do SENAI, Rafael Lucchesi.

O diretor regional do SENAI Pará, Dário Lemos, ressalta que é praxe a instituição trabalhar com o olhar atento para o presente e para o futuro. “As demandas de formações citadas pelo Mapa do Trabalho ratificam isso, pois são as áreas que investimos nos últimos anos, com modernização de nossos laboratórios e capacitações dos nossos instrutores, justamente pensando neste novo cenário de empregos para o Pará. O SENAI está preparado para ser um formador desta vasta demanda”.

FORMAÇÃO DE TÉCNICOS – As áreas que mais vão demandar a capacitação de profissionais com formação técnica no Pará são transversais (como por exemplo cursos de técnico em informática para internet, técnico em meio ambiente e técnico em automação ou os cursos relacionados à indústria 4.0); energia e telecomunicações; metalmecânica; construção; e eletroeletrônica. Profissionais com qualificação transversal trabalham em qualquer segmento, como técnicos em eletrotécnica e técnicos de controle da produção.

Cursos técnicos têm carga horária de 1.200h e são destinados a alunos matriculados ou egressos do ensino médio. Ao término, o estudante recebe um diploma acreditado em todo o território.

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL – Já os cursos de qualificação são indicados a jovens ou profissionais, com escolaridade variável de acordo com o exercício da ocupação, e buscam desenvolver novas competências e capacidades. Ao final, o aluno recebe um certificado de conclusão.  As áreas que mais vão exigir a capacitação de trabalhadores com esse tipo de formação, de acordo com o Mapa do Trabalho Industrial 2019-2023 serão:

Segundo o Mapa, entre as ocupações que exigem cursos de qualificação e que mais vão demandar profissionais capacitados estão mecânicos de manutenção de máquinas industriais e eletricistas de manutenção eletroeletrônica:

Em relação ao nível superior, as áreas de gestão, informática e construção serão as que mais vão precisar qualificar profissionais no período de 2019 a 2023, de acordo com o Mapa do Trabalho:

METODOLOGIA - O Mapa do Trabalho Industrial é elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e dos seus setores; projeta o impacto sobre o mercado de trabalho e estima a demanda por formação profissional industrial (formação inicial e continuada). As projeções e estimativas são desagregadas no campo geográfico, setorial e ocupacional, e servem como parâmetro para o planejamento da oferta de cursos do SENAI.

Na opinião de Rafael Lucchesi, conhecer as necessidades do mercado é fundamental para o planejamento da oferta de formação profissional. “O SENAI é referência em educação profissional porque está alinhado com as necessidades da indústria e mantém seus cursos atualizados com o que existe de mais avançado em termos de tecnologia”, explica.

A instituição possui o Modelo SENAI de Prospecção, que permite prever quais serão as tecnologias utilizadas no ambiente de trabalho em um horizonte de cinco a dez anos. A metodologia já foi transferida a instituições de mais de 20 países na América do Sul e no Caribe. O método foi apontado ainda pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) como exemplo de experiência bem-sucedida na identificação da formação profissional alinhada às necessidades futuras das empresas.

Inovação - O SENAI Pará disponibiliza uma série de recursos e programas que auxiliam no aprendizado e incentivam a inovação. São simuladores, bibliotecas virtuais, aplicativos, entre outras plataformas e eventos que deixam o ensino mais atrativo e integrador para alunos e professores.

“A tecnologia traz mudanças muito rápidas e precisamos estar atentos e nos adiantando para garantir que nossos alunos estarão preparados para o que tem de mais novo no mercado de trabalho. Isso para que garantamos a total adequação para as tecnologias presentes nas profissões atuais e já abrir caminho para as ocupações do futuro”, finaliza o gerente de Educação do SENAI Pará, Davis Siqueira.

Meu SENAI - Projeto em parceria com Google, é o portal nacional para apoio à prática pedagógica, que conecta docentes e alunos, através de uma conta única, às ferramentas do Google Educacional. A inovação proporciona integração, personalização e compartilhamento de informação entre professor e aluno, dando agilidade e ampliação ao universo do conhecimento.

Algumas tecnologias e estratégias educacionais do SENAI
Estante Virtual de Livros Digitais
Ambiente que permite acessar as séries e coleções de livros didáticos. São mais de 1000 exemplares que podem ser acessados por dispositivos conectados à internet, como desktop, tabletes e smartphones.
Acesse aqui!

Mundo SENAI
Ferramenta de Orientação Profissional que ajudará os jovens e interessados a identificar quais os cursos do SENAI que melhor se encaixam no seu perfil, permite acesso a uma grande variedade de cursos e informações personalizadas.
Acesse aqui! e na PlayStore.

Simuladores
São recursos virtuais integrados aos pacotes Scorms (conteúdos eletrônicos estruturados) que permitem ao aluno experienciar situações de aprendizagem que os aproximam da realidade.

Estratégias Educacionais
Lean Educacional: projeto integrante do Programa SENAI + Produtivo, visa a otimização do processo de ensino-aprendizagem desenvolvido nas oficinas por meio da eliminação de desperdícios (espera, excesso de processamento, movimentação, transporte, intelectual e retrabalho).

Saga SENAI de Inovação: Tem como objetivo estabelecer um itinerário (Grand Prix, Desafio SENAI de Projetos Integradores - DSPI e Inova) a ser percorrido pelos alunos, com ações e atividades que transpassam à sala de aula, desenvolvendo o comportamento empreendedor e inovador, aproximando assim o aluno da prática industrial pela prática pedagógica.

*SolidWorks: O SENAI Pará disponibiliza em seus cursos técnicos aulas de desenho assistido por computador, por meio do software SolidWorks. A ferramenta possibilita aos alunos o conhecimento de projeto e engenharia necessários para se tornar um profissional com diferencial competitivo e construir uma carreira de sucesso.

SAIBA MAIS SOBRE O ESTUDO COM DADOS NACIONAIS:
>> No Brasil, profissões ligadas à tecnologia terão alto crescimento até 2023

ATENDIMENTO À IMPRENSA
Superintendência de Jornalismo da CNI

(61) 3317-9578 / 9825
imprensa@cni.org.br

SITE
http://www.portaldaindustria.com.br/

REDES SOCIAIS
https://twitter.com/CNI_br
https://www.facebook.com/cnibrasil
http://www.youtube.com/user/cniweb

IMAGENS
https://www.flickr.com/photos/cniweb/

 

 

 

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X