Premiação reconhece indústrias que mais compram no Pará

Publicado em 05/09/2019 07:50h

Fiepa Novidades

Premiação reconhece indústrias que mais compram no Pará

Foram R$ 121,3 bilhões investidos no Pará entre os anos de 2000 e 2018, através das relações de compras de produtos e serviços entre as grandes indústrias e fornecedores locais. Em 2018, as indústrias mantenedoras da REDES/FIEPA compraram R$ 10,6 bilhões diretamente dos empreendedores paraenses. Em reconhecimento aos investimentos realizados pelas mantenedoras e ao desempenho dos fornecedores locais, a REDES, iniciativa dos Sistema FIEPA, realizou na manhã desta quinta (05), a VII edição do Prêmio REDES de Desenvolvimento.

O Prêmio REDES de Desenvolvimento destaca a atuação e o relacionamento entre as grandes indústrias e os empreendedores locais que têm contribuído para o desenvolvimento econômico do Estado há quase 20 anos, através da parceria com a REDES. O Prêmio destacas as indústrias na categoria Percentum e Absolutus. Além disso, reconhece o Comprador do Ano, e o Case de Desenvolvimento de Fornecedores. Segundo o presidente da Fiepa, José Conrado Santos, “o momento é de reconhecer a importância desses grandes projetos para o Estado do Pará, e os efeitos no que diz respeito à internalização dos recursos, que gera renda e empregos”.

Na categoria Comprador do ano de 2018, o vencedor foi o analista de compras da Imerys, André Furtado, que se destacou pelo trabalho desenvolvido na empresa e pelo seu relacionamento com a REDES. “Acompanho desde o início o trabalho realizado pela REDES, que colabora com o empreendedor local e as empresas a desenvolverem o mercado. O reconhecimento é muito importante”, disse André Furtado. Carolina Varkala e Marta Oliveira, respectivamente analistas da Hydro e Celpa, estiveram entre os finalistas da categoria.

A premiação reconheceu também o Case de Desenvolvimento de Fornecedores, inscrito pela empresa Movimento, fornecedora da Norsk Hydro, com o projeto “Adoção de boas práticas de gestão para otimização de processos e fomento de parcerias locais”. O gerente da empresa Movimento, Marinaldo Correa, disse que “o reconhecimento é resultado de um trabalho de toda uma dedicação da equipe, dos nossos supervisores, nossos encarregados, o nosso pessoal administrativo. Foi enriquecedor”.

As empresas que mais realizaram compras acima de 50% também foram reconhecidas na Categoria Percentus. Das nove indústrias que participaram da VII edição do Prêmio REDES, seis delas compraram acima de 50%. A empresa Dow foi a grande vencedora. “Nós entendemos a importância da REDES para a região, que contribui com o desenvolvimento do Estado, a geração de empregos, e a aproximação que a REDES faz com os grandes projetos e os fornecedores. A premiação vem celebrar o programa, aqueles que apoiam e participam. É um ato simbólico, e muito importante, e nós ficamos felizes de estar aqui”, expressou o Site Leader da Dow, Alexandre Forman. O segundo lugar ficou com a empresa Imerys; e dividindo o terceiro lugar, as empresas Celpa e Alubar.

Já na Categoria Absolutus, a mais esperada da premiação, reconheceu as empresas que mais compraram em volume total. A Vale conquistou mais uma vez o primeiro lugar. Em 2018, as compras da empresa ultrapassaram os R$ 4 bilhões. “Para nós da Vale é motivo de muito orgulho essa parceria com a REDES/FIEPA, por todo o trabalho desempenhado de forma séria e competente que a REDES faz. Para nós, reafirma o compromisso de ser uma empresa brasileira, mas sim, paraense”, declarou o gerente de Relações Governamentais da Vale, José Fernando.

A Norte Energia, construtora e operadora da Usina Hidrelétrica Belo Monte, se destacou pela segunda vez consecutiva entre as três primeiras colocadas na categoria Absolutus. Recentemente, a empresa assinou dois convênios com a REDES voltados para o desenvolvimento da região do XINGU. O superintendente de Relações Institucionais da Norte Energia, Eduardo Camillo, ressaltou a importância da parceria com a iniciativa do Sistema Fiepa. “Essa parceria já vem desde 2012, e é muito importante. Ainda vamos fazer muito outras”, declarou Camillo.

O momento foi também de celebrar a adesão de uma nova mantenedora, a empresa Biopalma, que realizou durante a cerimônia a assinatura do convênio com a REDES. “A REDES consegue juntar todas as empresas em um bem comum, com o desenvolvimento de fornecedores. Com o fornecedor forte, conseguimos ter uma vantagem competitiva das nossas indústrias”, comentou o superintendente de Materiais e Serviços da Biopalma, Fábio César.

A premiação contou com a presença do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Iran Lima, que foi homenageado pela parceria e suas contribuições para o desenvolvimento da indústria. Na oportunidade, o secretário parabenizou a indústria paraense e os que fazem parte deste segmento. “A importância deste evento é que as grandes empresas que compraram no Pará foram premiadas, mas também nossos fornecedores pela qualidade de seus serviços e produtos. E isso nos traz a esperança de que o Pará vai continuar sendo um Estado de oportunidades para investidores não só do Brasil como do mundo”, comentou o secretário.

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X