XIV FIPA apresenta força da indústria paraense

Publicado em 15/05/2019 21:23h

Fiepa Novidades

XIV FIPA apresenta força da indústria paraense

Cerca de 70 estandes e mais de 100 expositores participam da XIV Feira da Indústria do Pará (FIPA) - a maior do setor na Amazônia. A cerimonia de abertura ocorreu ontem, 15, no Hangar, e reuniu empresários, formadores de opinião, políticos, instituições governamentais e público em geral. O evento segue até o dia 18 e traz aos participantes palestras, debates, capacitações e diversas amostras das riquezas produzidas pelo setor industrial no Pará.

Um dos objetivos do evento é introduzir aos visitantes o conceito da Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial e as principais inovações tecnológicas para automação e controle nos processos industriais. Durante a abertura da feira, o presidente do Sistema FIEPA, José Conrado Santos, justificou a escolha do tema pela sua relevância em proporcionar mais competitividade ao setor no Brasil. “Esse tema não foi escolhido por acaso. Nos países mais desenvolvidos, a Indústria 4.0 faz parte da pauta das políticas de fomento ao setor industrial. Aqui, ainda precisamos nos familiarizar com este conceito, que nos dará mais oportunidades em ganhos de eficiência, redução de custos e menor consumo de energia. No Pará, temos um parque industrial que precisa ser atualizado, mas sabemos que podemos contar com a cooperação do poder público para aproveitar todo o potencial do Estado”, ressaltou.

A solenidade de abertura também contou com a participação de jovens do Grupo de Percussão Vale Música e uma performance do ilusionista Klauss Durães – que voltará a participar da FIPA nesta quinta, 16, com a palestra “Inovar para Encantar”.

Homenagem e Investimentos - A solenidade de abertura também incluiu a entrega da Medalha do Mérito Industrial Simão Miguel Bitar. Em seu 40º ano, a honraria foi entregue ao governador do Pará, Helder Barbalho, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados ao setor industrial paraense. No seu discurso de agradecimento, o governador anunciou diversos esforços realizados por sua gestão para atrair novos investimentos e gerar desenvolvimento, verticalização e empregos no estado. Entre as novidades anunciadas em primeira mão por Helder Barbalho durante a FIPA, está a construção da primeira Ferrovia Paraense, que interligará o Porto de Vila do Conde, em Barcarena, ao sul do Pará, passando por Marabá, Parauapebas e Santana do Araguaia. O cronograma para a execução desta obra deve ser apresentado ao governo ainda este ano.

No próximo dia 23, o governador anunciou que será oficializado o acordo para a instalação da primeira planta de verticalização de minério de ferro no estado do Pará, um investimento na ordem de 450 milhões de dólares que serão realizados a partir do próximo ano. Além disso, Helder Barbalho disse que no segundo semestre de 2019 será iniciado o derrocamento do Pedral do Lourenço, com previsão de conclusão para 2022. A obra, que é um pleito antigo do setor produtivo paraense, possibilitará o uso do rio Tocantins como hidrovia ao longo do ano inteiro e estimulará a economia com um novo modal de transporte, em especial para o sudeste paraense. Outras novidades são a ferrovia Ferrogrão, que interligará o estado de Mato Grosso ao oeste paraense e facilitará a escoação da produção de grãos, e o investimento em Parcerias Público-Privadas para manutenção de estradas.

“Durante muito tempo, o Pará serviu como manancial de riquezas que nos foram tiradas sem a devida contrapartida. A minha luta é para mudar esse cenário e criar um clima de abertura para investimentos, e fico feliz em anunciar que isto já está acontecendo. Agradeço a parceria da FIEPA, Sebrae e de todas as demais entidades de negócios que fazem e farão o Pará melhor, mais justo, com mais desenvolvimento, emprego e produtividade. A homenagem muito me honra, que eu possa honrar não só esta comenda, mas a toda a sociedade paraense”, destacou o governador em seu discurso de agradecimento.

Não perca - A programação da XIV FIPA segue até sábado, 18, com exposições, palestras técnicas e capacitações abertas ao público. Realizada há 28 anos, a feira é promovida pelo Sistema Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA), com correalização do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae no Pará, parceria da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e apoio cultural do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme). A programação completa está disponível no site www.fiepa.org.br.

SISTEMA FIEPA - Portal da Indústria Paraense
X