Notícias

Juruti recebe primeiros médicos intensivistas para pacientes de Covid-19

Juruti recebe primeiros médicos intensivistas para pacientes de Covid-19

Juruti recebe primeiros médicos intensivistas para pacientes de Covid-19

O Hospital 9 de Abril, no município de Juruti, Oeste do Pará, acaba de receber o valor de R$ 100 mil do Instituto Alcoa como iniciativa de ajuda humanitária e apoio da Alcoa ao enfrentamento da Covid-19. O recurso é direcionado à contratação de médicos intensivistas para tratamento de pacientes internados no Hospital 9 de Abril.

De acordo com o diretor do Hospital, Frei Mariano Freitas, com o recurso, os pacientes serão assistidos por médicos intensivistas, contando, ainda, com suporte adicional de equipe de médicos por meio de tecnologia de telemedicina.

“Muitos pacientes que foram acometidos pelo vírus precisam de cuidados intensivos e, infelizmente, estávamos precisando transferir alguns deles para Santarém ou para outras cidades que têm tratamento intensivo, com a disposição de leitos de UTI. Devido a essa preocupação com os nossos assistidos, nós, da Associação, juntamente com a Alcoa, pensamos em trazer médicos especializados em tratamento intensivo para evitarmos esse problema de transferência, elevando as chances de tratamento em Juruti”, explica Frei Mariano.

A diretora executiva do Instituto Alcoa, Tatiana Bizzi, destaca que o Instituto tem buscado ações concretas em resposta à pandemia. “Neste momento, estamos concentrando esforços em ações de resposta à pandemia juntamente com parceiros. Finalizamos a doação das cestas básicas para as famílias em situação de vulnerabilidade social e, agora, doamos esse recurso, que será de extrema importância para o tratamento dos pacientes diagnosticados com Covid-19 em Juruti”, declara.

Desde o início da pandemia, a Alcoa, em conjunto com o Instituto Alcoa e Alcoa Foundation, alocou mais de R$ 1 milhão para o suporte nas ações de combate ao novo Coronavírus em Juruti e no Estado do Pará. O recurso vem sendo destinado para ações de ajuda humanitária para famílias vulneráveis e à compra de itens médicos, entre os quais: reanimadores e ventiladores pulmonares, camas hospitalares, máscaras, macacões e demais EPIs, além de kits de testes para identificação da Covid-19 e kits contendo testes rápidos.

Sobre o Hospital 9 de Abril

Administrado pela Associação Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus, o Hospital 9 de Abril foi construído pela Alcoa em 2012, que opera mina de bauxita no município, por meio da Agenda Positiva.

O Hospital 9 de Abril mantém atendimento referenciado pelo Sistema Único de Saúde para tratamentos de média complexidade. Na gestão da Associação Franciscana, o 9 de Abril já realizou mais de 160 mil procedimentos médico-hospitalares, entre urgência e emergência, Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia (SADT), consultas e cirurgias.

A Agenda Positiva é um conjunto de iniciativas voluntárias da empresa em apoio às áreas de segurança e justiça, educação, cultura, assistência social e infraestrutura urbana e rural, e saúde.

Sobre o Instituto Alcoa

Fundado em 1990, no Brasil, o Instituto Alcoa é uma entidade sem fins lucrativos, que tem o propósito de transformar coletivamente os territórios em que a Alcoa está presente - Poços de Caldas, em Minas Gerais; São Luís, no Maranhão; e Juruti, no Pará, a fim de torná-los mais inclusivos e menos desiguais. Para isso, o Instituto Alcoa promove iniciativas em educação e geração de trabalho e renda, causas estruturantes para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa, além de incentivar a participação social e o diálogo em torno das causas como forma de mobilização para o engajamento. Sua atuação se conecta às políticas públicas e agendas de interesses globais, como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). www.alcoa.com.br

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Alcoa

Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4900
ascom@fiepa.org.br
SIGA A FIEPA